ABCBP

Associação Brasileira de Criadores de Bovino Pantaneiro

A fundação de uma Associação de Criadores de Bovino Pantaneiro (ACBP) é fundamental para que haja um avanço em relação ao registro da raça junto ao Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA), promovendo a valorização da raça, possibilitando a comercialização de produtos com agregação de valor (marca, indicação geográfica, indicação de origem protegida) e com isso estimulando o interesse de outros produtores em criar os animais. A associação deve ser a representação e defesa de criadores de bovinos da raça Pantaneiro; estabelecendo os padrões fenotípicos da raça, fazer o registro genealógico, reunir e cadastrar criatórios como forma de promover o desenvolvimento e o melhoramento do rebanho e incentivar os estudos sobre esses animais.


Comissão aprova criação de instituto

Publicada em: 21/11/2013 bm

A Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle (CMA) do Senado aprovou proposta que cria o Instituto Nacional de Pesquisa do Pantanal (INPP) - Projeto de Lei da Câmara 55/2013 - cuja finalidade é integrar e articular ações na região pantaneira, promover novas iniciativas e propiciar o desenvolvimento de modelos e de bancos de dados para integrar a transferência do conhecimento gerado na região.

Após empenho do senador Blairo Maggi (PR) junto ao Executivo, a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) irá sediar o INPP. As instalações já foram concluídas, e o instituto começará a funcionar assim que a proposta se tornar Lei.

Maggi havia apresentado emenda ao PLC para assegurar a localização na cidade de Cuiabá. Mas, de acordo com a relatora, senadora Ana Rita, não há necessidade de dar nova redação à proposta, uma vez que já existe confirmação da sede por parte do Executivo.

“Quero tranquilizar o senador Blairo Maggi quanto à localização da sede do Instituto Nacional do Pantanal. Já está assegurada pelo Ministério da Ciência e Tecnologia que será na cidade de Cuiabá, no Estado de Mato Grosso”, explicou a relatora da matéria.

Pelo texto, fica autorizada a criação de 83 cargos comissionados no Ministério da Ciência e Tecnologia. Além da estrutura do Instituto Nacional de Pesquisa do Pantanal, essas funções serão destinadas às demandas do Centro de Tecnologias Estratégicas do Nordeste e do Instituto Nacional de Águas.

A proposta segue em caráter terminativo para a Comissão de Ciência e Tecnologia (CCT) do Senado, de onde será encaminhada para sanção presidencial, caso seja novamente aprovada.

 

Fonte: Midia News


 voltar

IV Seminário sobre Gado Curraleiro Pé-Duro e I Simpósio da Rede Pró-Centro-Oeste Curraleiro e Pantaneiro - Publicada em: 15/06/2014

  • Palestrantes do evento
  • Luciana Keiko, Orlando Afonso, Profª Maria Clorinda e Paulo Moura
  • Profª Juliana Seródio, Luciana Keiko e Prof ª. Fabiana Sterza - pesquisadora da UEMS
  • Profª. Juliana Seródio e Prof. Paulo Henrique Jorge da Cunha – Coordenador do evento
  • Marcos Ruiz – Criador Bovino Pantaneiro - MS Raquel Juliano – Pesquisadora da Embrapa Pantanal Prof. Marcus Vinicius - UEMS
[ + ] Mais fotos