ABCBP

Associação Brasileira de Criadores de Bovino Pantaneiro

A fundação de uma Associação de Criadores de Bovino Pantaneiro (ACBP) é fundamental para que haja um avanço em relação ao registro da raça junto ao Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA), promovendo a valorização da raça, possibilitando a comercialização de produtos com agregação de valor (marca, indicação geográfica, indicação de origem protegida) e com isso estimulando o interesse de outros produtores em criar os animais. A associação deve ser a representação e defesa de criadores de bovinos da raça Pantaneiro; estabelecendo os padrões fenotípicos da raça, fazer o registro genealógico, reunir e cadastrar criatórios como forma de promover o desenvolvimento e o melhoramento do rebanho e incentivar os estudos sobre esses animais.


Projeto quer preservação de sêmen de cavalos e bois pantaneiros

Publicada em: 01/07/2013

O congelamento de sêmen é uma das técnicas mais relevantes para a preservação de genéticas importantes. Pensando nisso, o deputado licenciado Dilmar Dal’ Bosco (DEM) vai apresentar, no retorno de suas ações parlamentares, um projeto de lei que propõe a criação de um programa de preservação de sêmen de cavalos e bois da raça pantaneira, animais símbolo do Estado de Mato Grosso.

Pela proposta do parlamentar, o Estado dará apoio técnico no congelamento das doses de sêmen, assim como a preparação dos animais, aquisição dos meios de congelamento, palhetas e o deslocamento até as propriedades. O projeto atenderá as fazendas situadas em Mato Grosso e ainda prevê a assinatura de um Termo de Cooperação Técnica com o Estado de Mato Grosso do Sul onde a espécie também é nativa.

As normas de preservação desses animais serão definidas pela Diretoria Técnica da Associação Brasileira de Bovinos Pantaneiros (ABCBP) e Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Pantaneiro (ABCCP). “O projeto visa à preservação genéticas dos cavalos e bovinos do pantanal. Antes da coleta, os animais vão passar por uma avaliação técnica e realizarão exames clínicos e reprodutivos.

Após a conclusão dos exames, eles serão submetidos aos processos de coleta e congelamento de sêmen” argumenta Dilmar. Dal’ Bosco ressalta que a coleta do sêmen será realizada de maneira diferente, tendo em vista as necessidades de cada animal. No caso dos bovinos, por exemplo, o sêmen será obtido através da técnica de eletro ejaculação.

A técnica consiste em induzir a passagem de uma corrente alternada pela medula ao nível da vértebra lombar, com a qual se produz ejaculação. Quanto à dos cavalos, os ejaculados serão obtidos através da utilização de vagina artificial, onde os garanhões serão expostos a um manequim ou fêmea em cio, mantendo a integridade física dos mesmos.

O sêmen será coletado em cones plásticos descartáveis acoplados a tubo coletor previamente aquecido a 37°C. As doses coletadas devem ser armazenadas em botijão com Nitrogênio líquido, mantendo-se o controle do nível do mesmo, com reposição conforme a necessidade, a fim de garantir a preservação das características de qualidade seminal. A gestão e controle do número de doses e do uso ficarão sob a responsabilidade da (ABCBP) e (ABCCP).

 

Fonte: O Documento 


 voltar

1º Seminário de agregação de valor e conservação do Bovino Pantaneiro - Publicada em: 15/07/2013

  • Paulo Moura e Raquel Juliano
  • Paulo Moura e Profa. Maria Clorinda
  • André Steffens, Raquel Juliano, Profa. Maria Clorinda
  • Raquel Juliano, Paulo Moura e Dr. Marcus Vinícius
  • Paulo Moura Palestrando Sobre a ABCBP
  • Dr. Marcus Vinicius
  • Alessandra Panizi
[ + ] Mais fotos